Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



A TITA FOI ANDAR DE BARCO E OUTRAS ANDANÇAS

Domingo, 27.07.08

Fui andar de barco. Um barco muito grande, que saiu da cidade onde eu moro para a outra banda onde mora a vovó.

No barco havia muitas pessoas, eu ia com o papá e a mamã e o Pedro que vai sempre escondido dentro da barriga da mamã. E havia um homem, grande como o papá que falou com muita a alegria ao meu papá e lhe chamou seu primo e disse para irmos ao pé dele, lá em cima.

Fiquei encantada. Era uma casinha como há no parque e com uma roda grande que anda para cá e para lá. Ele sentou-me num banco e eu via o mar, que o meu pai diz que é um rio.

Foi muito giro porque este barco anda e eu movo a roda, eles dizem que é o leme que faz virar o barco. Eu ia muito séria e muito contente.

Dei por mim a dizer que me aconteciam coisas que não aconteceram. Mas eu lembro-me, ou sonhei.

Eu disse no elevador, quando uns vizinhos entraram que o papá e a mamã tinham deixado a Tita sozinha na escada e que a Tita chorou. E isto não aconteceu e os meus pais ficaram muito surpreendidos.

Outro dia disse ao meu papá que a Sofia, que é uma menina muito sossegada que brinca comigo no parque, me tinha dado com uma bola cor de rosa na cara. E isto não aconteceu.

Mas não disse que cai nas montanhas, pequenas elevações no parque que eu chamo de montanhas, porque fugi da vovó.

O meu avô interroga-se como é que surge a mentira numa menina a quem nunca se mentiu.

Se isto faz parte das origens da pessoa, dos genes. E disso eu ainda não percebo nada. Mas que acho graça a estas minhas invenções, acho.

A Tita fez cocó no bacio. E foi uma grande festa. Não sei porquê. É muito melhor fazer na fralda...

Hoje fui almoçar com os avós, a um restaurante junto à casa deles e gostei muito.

O avô levou-me junto da água do rio, que é como um lago grande e havia muitas pedrinhas pequeninas que eu peguei e atirei à água, muitas. Foi muito divertido. Havia muitos barcos pequeninos na água e na areia.

Beijinhos a todos

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado por gatamaneiras às 17:08


8 comentários

De mochovelho a 28.07.2008 às 03:11

Gostei muito deste post....mas devo dizer á autora que não deve inventar coisas , porque assim as pessoas deixam de acreditar nela...e , se um dia precisar e estiver a dizer a verdade , as pessoas não a ajudam porque julgam que é mentira....... Há OUTRA COISA que eu queria dizer.: eu tenho uma netinha , a Laura , com 3 anos e quando ela deixou de fazer cócó e xixi na fralda foi uma festa.... porque assim não temos de comprar fraldas e a Laura anda muito mais á vontade. Ela , a lLaura também ficou muito contente por deixara a fralda porque isso mostra que está mais crescida...O que é que achas? Um abraço para ti.

De gatamaneiras a 28.07.2008 às 14:56

mochovelho.
Não dormes?
Agradeço as tuas palavras. Eu sou grande como a Laura. Quero ser. O avô diz que não respondeste à questão principal. Porque mentem os meninos? Mas ele vai fazer uma tese sobre a mentira e vais ter oportunidade de dizer, porque tu és sábio, diz o avô.
Também foi uma festa, mas ainda só foi uma gracinha. Não deixei as fraldas.
Obrigado pela tua visita.
Beijinhos

De mimi a 28.07.2008 às 14:30

Olá Tita ainda bem que te divertiste com os teus pais e avós.Também fico contente por teres deixado as fraldas.Quanto às mentiras é muito feio.Beijinhos.

De gatamaneiras a 28.07.2008 às 15:00

mimi.
Olá amiguinha, bom dia.
Mas ainda não deixei as fraldas. Foi só uma gracinha.
O avô diz que é o começo de uma outra etapa.
Também tu achas que mentir é feio e que faço de propósito?
Mas, como disse acima, o meu avô vai falar disso, de dizer mentiras, lá no sitio dele. Eu acho graça, mais nada. As coisas saem-me e parecem ter acontecido.
Não sei o que é isso de mentir.
Beijinhos e boa semana. Vais ao parque?

De bebedelicia a 29.07.2008 às 10:41

Olá Tita,
Deve ser muito divertido andar de barco. Eu nunca andei, talvez um dia.
Eu também já não uso fralda nem de dia nem de noite. No início fazia-me confusão mas agora gosto mais de ir à sanita. Não gosto muito do pote. A mamã fica muito contente e dá-me muitos beijinhos sempre que vou à sanita. Gosto tanto dos beijinhos dela que às vezes não me apetece fazer mas digo que quero só para ela me dar muitos beijihhos.
Gosto muito da minha mamã (e do papá também).
Beijinhos

De gatamaneiras a 29.07.2008 às 22:46

Bebedelicia. Olá Carolina. Já somos umas meninas crescidas e somos muito belas. não somos?
Não me dizes nada sobre isto de dizer coisas que não aconteceram. E que os grandes chamam de mentiras. Tu também inventas, ou sonhas e pensas que é verdade, realidade.
É um assunto que me preocupa muito, porque todos os grandes falaram disso e dizem que digo mentiras.
O meu avô até diz que há um gene da mentira. Se calhar há.
Beijinhos

De bebedelicia a 31.07.2008 às 12:28

Olá Tita,

Eu nunca menti (pelo menos por enquanto) e espero que nunca o faça. A mamã diz que é muito feio mentir.
Beijinhos

De gatamaneiras a 02.08.2008 às 12:43

Olá Carolina.
O avô diz que são mais invenções que mentira. É a minha imaginação a fabricar imagens que podiam acontecer.
Todos dizem que é feio mentir, mas todos mentem alguma vez, por isso é que a palavra e o conceito existe. É o que diz o avô.
Beijinhos

Comentar post





mais sobre mim

foto do autor


pesquisar

Pesquisar no Blog  

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

calendário

Julho 2008

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031






comentários recentes